14 de jan de 2012

imgs


Cortou o próprio cabelo, coalhando a pia branca de fios irregulares.

Desceu do carro, subiu a calçada e soltou o soco. Demoliu a velha. Dois, três, quatro, cinco marretadas. Corpo no chão, crânio amassado, coma. "Nunca mais."

Parou na chuva escutando samba rock. Pintou um quadro com os olhos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário