6 de jun de 2011

Poltrona 19

@pv_lopes


Durante a vida desenvolvemos várias teses. Vamos além disso, passamos a dedicar mais fidelidade a elas do que ao próprio clube de futebol.
Podemos buscar o entendimento para isso a partir do funcionamento cerebral. O hemisfério esquerdo, responsável pela linguagem, é o que dá sentido à realidade, mesmo quando não há sentido algum. Isso pode servir de fundamento para criar possibilidades sobre determinado acontecimento, seja ele futuro ou passado. 

Contudo, não adiantaria criarmos essas versões se não servisse para convencer os outros daquilo que acreditamos.
Aí está, a tese. Fundamentamos, inserimos vários exemplos para dar credibilidade a ela. Algumas vezes conseguimos.
Eu, por exemplo, tenho algumas. Uma delas é de que  a poltrona mais segura de um ônibus é a de número 19. Ela fica estrategicamente posicionada do lado direito, ao centro do ônibus. Em uma batida frontal, tu estarias "distante" do choque. Em uma batida traseira, tu estarias à mesma distância. Uma batida lateral, praticamente impossível.

Esta é uma tese. Espero que acreditem. Caso isso não aconteça, lembre que é porque o teu cérebro está tentando dar sentido onde não há.

Um comentário: