30 de mai de 2011

Kombinado

@pv_lopes


Quando era pequeno, meu sonho era ter uma Kombi. Branca e verde. Direção branca. Espaço imenso, capaz de carregar tudo, dar carona a todos.

Aos poucos fui descobrindo que as pessoas seguem seus rumos, tomam decisões que as levam para  lugares diferentes. Com isso vi que espaços vazios começaram a surgir na Kombi.

A partir daí o Fusca passou a fazer mais sentido. Pequeno, robusto. Espaço reduzido, apenas as pessoas mais importantes poderiam ir junto. E não poderíam carregar nada além de uma mochila.

Hoje o Fusca segue fiel, com todos os ocupantes em seus devidos lugares e o cinto bem ajustado para que sigam viagem com segurança e conforto.

Às vezes parecem estar um pouco desconfortáveis, às vezes a velocidade das coisas que passam pela janela as incomoda. Pequenas turbulências que na medida do tempo se resolvem.

Tanque cheio. Hora de seguir viagem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário